domingo, 28 de fevereiro de 2010

HISTÓRIA DO DIA INTERNACIONAL DA MULHER


No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.


A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o “Dia Internacional da Mulher”, em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).


OBJETIVO DA DATA

Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.


CONQUISTAS DAS MULHERES BRASILEIRAS

Podemos dizer que o dia 24 de fevereiro de 1932 foi um marco na história da mulher brasileira. Nesta data foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.

Fonte: http://www.suapesquisa.com/dia_internacional_da_mulher.htm



sábado, 20 de fevereiro de 2010

COPA DO MUNDO

Copa do Mundo na África do Sul e comenta: Essa reportagem será de grande ajuda para trabalharmos o tema em nossa escola.
Para ler o texto, clique em :http://revistaescola.abril.com.br/copa-do-mundo-africa-do-sul/ Boa leitura!
NOVA ESCOLA ON-LINE

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

PLANO DE AÇÃO DA EQUIPE PEDAGÓGICA / 2010

AÇÕES EM RELAÇÃO AOS ALUNOS

· Acompanhamento das turmas / alunos;
· Avaliação diagnóstica;
· Mutirão de leitura / Fatos;
· Acompanhamento do conselho de classe;
· Acompanhamento do resultado do SIMAVE / PROEB / PAAE;
· Palestra de incentivo aos estudos;
· Atendimento a alunos com dificuldades de aprendizagem, com a sua inclusão no processo educativo;
· Parceria com Promotoria Pública e Conselho Tutelar;
· Recuperação paralela;
· Acompanhamento e encaminhamento de casos especiais: indisciplinas, desvios comportamentais, problemas de aprendizagem;
· Acompanhamento do rendimento dos alunos - o professor tem que entregar o resultado e, nos casos de baixo rendimento, procurar os pais ou responsáveis;
· Solicitar a participação da família sempre que necessário;
· Ficha de acompanhamento do rendimento do aluno;
· Atendimento a pequenos grupos;
· Registro do prontuário dos alunos;
· Participação nas mensagens / Reflexões;
· Incentivo na participação de Projetos, gincanas, concurso, avaliação externas e internas;
· Prevenção e acompanhamento da evasão escolar;
· Acompanhamento das progressões parciais;
· Leitura do informativo dos alunos, enfatizando os direitos e deveres, a consciência da liberdade, responsabilidade e respeito;



AÇÕES/ ACOMPANHAMENTO DOS PROFESSORES

· Participar do processo de elaboração do planejamento escolar anual, bimestral e semanal;
· Acompanhamento e monitoramento da execução do planejamento do professor de acordo com as ações previstas no PDE;
· Subsidiar o planejamento o professor – Modulo II, reuniões quinzenais, capacitação pedagógica, trocas de experiências profissionais, reuniões bimestrais e grupos de estudo;
· Apoio e acompanhamento dos projetos, concursos a atividades interdisciplinares;
· Acompanhamento e elaboração do PGDI;
· Propor o replanejamento das ações sempre que necessário;
· Identificar as dificuldades dos alunos e buscar soluções conjuntas para os mesmos;
· Utilizar os resultados das avaliações externas e internas para propor intervenções pedagógicas;
· Auxiliar o professor no uso dos materiais de apoio pedagógico;
· Leitura, análise e entendimento do Regimento Interno da escola através do informativo do professor;
· Auxiliar os professores na escolha e utilização dos procedimentos e recursos didáticos que melhor atendam os objetivos propostos.
· Conscientizar o professor para a necessidade da: pontualidade, organização, escrita em dia, preenchimento entrega dos diários e preenchimento e entrega da taleta.
· Apoio aos trabalhos da biblioteca.
· Busca de parcerias com as faculdades locais.
· Monitoramento das ações do PDE.
· Monitoramento das Atividades Práticas de Laboratório.
· Utilização permanente dos recursos pedagógicos disponíveis no site da escola.
· Apoio na elaboração e execução do Portifólio dos professores.
· Apoio e sugestões na equipagem do Laboratório.



AÇÕES QUANTO A INTEGRAÇÃO FAMÍLIA / ESCOLA

· Apresentar á comunidade escolar do projeto político pedagógico, reformulado bem como os projetos a serem realizados no decorrer do ano letivo.
· Contribuir com o processo de integração escola, família e comunidade atuando como elemento facilitador da comunicação entre eles, com o objetivo de tornar efetiva a tarefa educativa.
· Organizar e realizar debates e palestras de temas de interesse e necessidade da comunidade escolar. (Psicólogo, médico, polícia, etc)
· Realizar plantão pedagógico sempre que necessário.
· Realizar bimestralmente reuniões junto aos pais, para análise e discussões dos resultados, na busca de novas propostas para a melhoria da aprendizagem.
· Proceder ao levantamento das manifestações culturais, sócio-econômicas e lingüísticas junto aos alunos e sua família.
· Promover momentos de integração entre a escola e família através das manifestações culturais. Ex: Mostra cultural, festival de música, festa junina, Gincanas, etc
· Orientar os pais quanto a necessidade e importância no acompanhamento na vida escolar de seu filho. Ex: Realização de tarefas, trabalhos e também quanto ao hábito de estudo.
· Buscar sempre parcerias entre a escola e comunidade nos projetos e ações desenvolvidos pela escola. Ex: Gincanas, Natal solidário etc.Promover através de reuniões do colegiado uma participação efetiva dos pais nas decisões

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

FATO LAMENTÁVEL...

Aluno de escola pública, ele passou no vestibular em primeiro lugar.
Vizinhos e amigos estavam inconformados com a morte do jovem.

Do G1, em São Paulo, com informações da Globo News

Foi enterrado no Recife, neste domingo (7), o corpo do estudante Alcides do Nascimento Lins, de 22 anos. O jovem foi baleado na cabeça na madrugada de sábado (6), em frente à casa em que morava, e não resistiu aos ferimentos.


O estudante nasceu em uma comunidade pobre e fazia o curso de biomedicina da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Filho de uma catadora de lixo, o jovem ficou famoso ao tirar o primeiro lugar entre os alunos da rede pública no vestibular 2007 da UFPE.

O reitor da universidade, Amaro Lins, lamentou a morte do rapaz. “Que seja um exemplo para que todos nós possamos nos empenhar para mudar esse país e dar oportunidade a milhões de Alcides que estão espalhados por todos os recantos, para que eles não venham a ter um fim trágico como esse. Que eles possam ter o futuro que Alcides teria, caso esses marginais não tivessem ceifado sua vida”, diz Lins.


Vizinhos e amigos também estavam inconformados com a morte do jovem. “Era o exemplo da vila. Era um menino calmo, educado. Estamos arrasados”, diz Taciene Souza, vizinha da família.